Extensão da rede de fibra ótica em São Jorge

O Vice-Presidente do Governo Regional dos Açores valorizou a extensão da rede de fibra ótica em São Jorge, “por forma a chegar ao Topo”, um “legítimo anseio dos jorgenses, consecutivamente reclamado pelo Conselho de Ilha ao longo dos anos” e agora atendido.

Artur Lima falava na Câmara Municipal da Calheta, no evento promovido pela Altice e que contou com a presença de Luís Cabral (Diretor da Altice nos Açores) e João Moura (Diretor Técnico da Altice nos Açores).

Para o governante, esta era uma “justa reivindicação” que foi agora “atendida e correspondida”.

Com esta “autoestrada digital”, é melhorada a acessibilidade digital das pessoas e empresas, “a única, quando comparada com as acessibilidades terrestre, marítima e aérea”, que consegue colocar cidadãos e empresas “em qualquer ponto do globo à velocidade da luz”.

Segundo adiantou, o Governo dos Açores, “não encerra aqui as suas preocupações e os seus esforços ao nível da conetividade digital dentro das ilhas e entre elas, e de cada uma das ilhas com o resto do mundo”.

Nesse sentido, aguardam-se nesta fase a apresentação de propostas, no âmbito do concurso público para cobertura das “Zonas Brancas”, num investimento pelo FEDER através do PO Açores 2030, e cujo valor base é de €949.500,00.

Para além disso, o Executivo, continua a acompanhar o processo de instalação do novo Anel Atlantic CAM, que substituirá o atual Anel CAM, responsável pela ligação de cabos submarinos de fibra ótica entre o continente, Açores e Madeira.

RLRGA

Deixe um comentário