Governo do PS na República ajudará a incrementar economia terceirense, considera Carlos César

Carlos César, cabeça-de-lista do PS/Açores às próximas eleições legislativas, criticou esta quinta-feira as políticas do Governo da República por considerar que não contribuíram para o crescimento da economia portuguesa mas sim para o aumento da dívida pública e para a perda de postos de trabalho.

O candidato socialista falava após uma visita ao Porto da Praia da Vitória, onde destacou as várias potencialidades daquela infraestrutura, deixando claro o empenho que um futuro governo do Partido Socialista terá em incrementar a economia terceirense e em criar novos empregos.

“A política que o Governo do PSD e do CDS/PP desenvolveu nos últimos anos acabou por ser pior a emenda que o soneto. Porque a nossa dívida do Estado aumentou em 30 mil milhões de euros, perderam-se cerca de 250 mil empregos em Portugal e o crescimento da nossa economia foi tão desastroso que foi pior que o país em pior situação na União Europeia, a Grécia”, recordou o candidato.

Para Carlos César, “importa investir na economia, mas de uma forma criteriosa, e não pura e simplesmente cortar na despesa sem critério”.

Exemplo de um possível bom investimento é o porto da Praia da Vitória que, segundo o candidato, pode ficar melhor “com poucos recursos ou aproveitando recursos externos”.

“Há uma proposta do Governo Regional de criação da Zona Económica Especial que permite um tratamento na área fiscal que traz maior competitividade ao Porto, como de resto à infraestrutura aeroportuária”, recordou o candidato, adiantando que este facto com ajuda de outros instrumentos, como o alívio de constrangimentos operacionais no aeroporto e o recurso a fundos externos para adaptar o porto da Praia a novas funcionalidades, facilitará a instalação de novos serviços na ilha Terceira.

“Permitem aqui sedear alguns serviços como seja, no caso do porto, o Registo Internacional de Navios dos Açores, numa perspetiva que nem implica uma concorrência em relação ao existente na Madeira, e também o Centro de Registo de Aeronaves Internacional que também pode ser sedeado no aeroporto das Lajes”, exemplificou o socialista.

“Para isso o Governo da República do Partido Socialista será um instrumento diplomático e de persuasão internacional para que estes projetos tenham andamento rápido e com isso se permita incrementar a economia na ilha Terceira e arranjar novos empregos e mais bem remunerado.”, concluiu Carlos César no final da sua visita à ilha Terceira.

GI PS Açores/RL Açores

Deixe uma resposta