Governo dos Açores considera insuficiente redução do preço de utilização do cabo submarino anunciada pela ANACOM

O Secretário Regional do Turismo e Transportes afirmou hoje, em Lisboa, que o Governo dos Açores considera insuficiente a redução no preço de utilização dos circuitos de dados, através do cabo submarino, recentemente anunciada pela ANACOM – Autoridade Nacional de Comunicações.

Vítor Fraga saudou a decisão tomada pela ANACOM relativa a uma redução imediata de cerca de 50% no valor do custo dos circuitos, no acesso do continente para os Açores e no interilhas, mas considerou que “esta é uma redução que é claramente insuficiente”.

Para o titular da pasta das Comunicações, que falava no final de uma reunião com a presidente da ANACOM, esta redução deveria ser mais expressiva, “por um lado, para que haja maior competitividade das empresas que prestam serviços de telecomunicações” e, por outro, para incrementar a “competitividade das empresas” açorianas no acesso a este tipo de serviço.

Vítor Fraga adiantou ainda que a perspetiva do Governo dos Açores “é de que o custo dos circuitos deve seguir a tendência internacional”, salientando que, “no mínimo, haveria margem para uma redução de mais 75%”.

Numa altura em que está em fase final de decisão uma próxima alteração aos preços do custo de utilização dos circuitos de dados, o Secretário Regional quis “deixar mais uma vez expressa” a posição do Executivo, ou seja, que se “impõe que a ANACOM tenha uma atitude mais proativa, como entidade reguladora, na definição dos preços a praticar no aluguer de circuitos de dados para a Região Autónoma dos Açores”.

GaCS/RL Açores

Deixe uma resposta