Governo Regional entrega exploração da Loja Açores em Lisboa à iniciativa privada

A nova Loja Açores em Lisboa, cuja exploração o Governo Regional, após concurso público, entregou à iniciativa privada, por intermédio da empresa Fábrica de Licores Eduardo Ferreira & Filhos, foi hoje inaugurada.

Na cerimónia de inauguração, o Diretor Regional para o Apoio ao Investimento e à Competitividade (DRAIC) manifestou confiança no sucesso da nova loja, não só pela sua localização, na rua Viriato, mas também pela “credibilidade, solidez, experiência e conhecimento do mercado açoriano e dos produtos açorianos” da empresa que a vai gerir.

Ricardo Medeiros salientou, a propósito, o esforço que o Governo dos Açores tem desenvolvido no sentido de estimular a competitividade das empresas açorianas, referindo a redução do Imposto Especial sobre o Consumo, aplicável aos licores e aguardentes produzidos e consumidos nos Açores, para apenas 25 por cento do imposto, e dando particular ênfase ao desenvolvimento da Marca Açores.

Para o Diretor Regional, a marca Açores é “um dos pilares impulsionadores da promoção interna e externa da Região”, já que se trata de uma marca que é “sinónimo de qualidade” e diferenciadora de produtos que incorporam “atributos mais distintivos dos Açores”.

A promoção da produção regional, desenvolvida também através de um plano anual de feiras, constitui uma das apostas do Governo dos Açores que, segundo Ricardo Medeiros, tem registado resultados significativos “no reforço da presença dos produtos açorianos” nos mercados onde já operam empresas regionais, permitindo, igualmente, o acesso a novos mercados.

“Encontra-se em fase final de aprovação o Subsistema de Incentivos para a Internacionalização”, afirmou Ricardo Medeiros, revelando que “os apoios atribuídos este ano no âmbito do atual Sistema de Apoio à Promoção de Produtos Açorianos já ultrapassaram os 1,7 milhões de euros”.

Para além desses apoios, envolvendo cerca de uma centena de empresas regionais, o Programa de Apoio à Restauração e Hotelaria para a Aquisição de Produtos Regionais, que comparticipa, em 10 por cento, as despesas realizadas pelas empresas na aquisição de produtos açorianos, tem também registado uma forte adesão.

Ricardo Medeiros revelou que foram já apresentadas 452 candidaturas, estando os apoios atribuídos a aproximar-se dos 500 mil euros, o que significa a utilização de produtos genuinamente açorianos na restauração na ordem dos cinco milhões de euros.

Na sua intervenção nesta cerimónia, o Diretor Regional para o Apoio ao Investimento e à Competitividade assegurou que “o Governo dos Açores está e continuará empenhado em criar um ambiente estimulante da eficiência empresarial, disponibilizando um vasto conjunto de instrumentos que contribuam para fomentar a competitividade das empresas regionais, por forma a impulsionar o desenvolvimento sustentável a médio e longo prazo”.

GaCS/RL Açores

Deixe uma resposta