Greve na Escola Básica e Secundária de Velas (c/áudio)
Vítor Bernardes

Uma escola deserta, é assim que se encontra a Escola Básica e Secundária de Velas devido à greve da função pública.

Segundo Vítor Bernardes, presidente do conselho executivo da Escola Básica e Secundária de Velas, esta é a greve com maior adesão desde que assumiu funções.

Esta é a terceira greve realizada neste ano letivo, antes desta, houve uma greve durante o dia todo, e outra, em que a escola fechou da parte da tarde por falta de funcionários para a confeção do almoço.

Devido à greve encontravam-se, ainda na escola, 4 ou 5 alunos do concelho da calheta, para os quais a escola estava a tentar arranjar transporte. Juntam-se a esta, outras consequências. Para Vítor Bernardes, a maior consequência é “para a parte os alunos” e para as famílias e para os pais que “trabalham e que vão ter de ter os meninos em casa”.

Esta  é uma greve a nível nacional.

RL Açores