Luís Silveira avança para terceiro mandato à Autarquia das Velas com grande reforço na votação – CDS-PP conquista 66,4% da votação elegendo 4 mandatos e PS apenas um

Luís Silveira foi eleito esta noite para um terceiro mandatado à frente da Câmara Municipal das Velas. O candidato do CDS-PP conquistou 66,4% dos votos (2077 votos), conquistando quatro mandatos, mais um do que em 2017. Já o PS ficou-se pelos 27,24% da votação (853 votos), conseguindo apenas um mandato na Câmara Municipal, acabando por perder um dos dois vereadores que tinha para o CDS-PP.

Desta forma, o CDS-PP renova a maioria absoluta, reforçando ainda a votação quando comparada com as eleições de 2017, onde Luís Silveira tinha conquistado 53,62% da votação (1778 votos). O PS acaba por perder votos neste ato eleitoral quando comparado com o de há quatro anos onde tinham conseguindo 1030 votos (31,06%).

De salientar que a estas eleições concorreram apenas estas duas forças partidárias, sendo que há quatro anos atrás eram quatro os partidos a concorr à Câmara das Velas, com as candidaturas do PSD e CDU.

 

No Concelho das Velas votaram 3.131 eleitores dos 4.969 inscritos, com a taxa de abstenção a situar-se nos 36,99%.

 

No panorama político do concelho a situação mantém-se igual a nível de Juntas de Freguesia, sendo que o CDS-PP continua a liderar as freguesias de Rosais, Santo Amaro, Norte Grande e Urzelina. O PSD mantém-se à frente da Junta de Freguesia das Manadas. Nas Velas continua a ser o PS a gerir a Junta de Freguesia.

 

A nível da Assembleia Municipal a votação não deixou margem para dúvidas e foi o CDS-PP também o grande vencedor da noite ao conquistar 46,82% da votação (1466 votos), o que equivale a oito mandatos. Já o PS conseguiu 25,10% da votação (4 mandatos), o PSD não foi além dos 15,39% (2 mandatos). A CDU mantém o deputado municipal que tinha conseguido pela primeira vez há quatro anos atrás, conseguindo este ano 8,24% da votação (258 votos).

 

 

Liliana Andrade/RL Açores

 

Deixe uma resposta