Núcleos de Saúde Familiar serão um avanço significativo nos cuidados de saúde, afirma Luís Cabral

O Secretário Regional da Saúde anunciou esta sexta-feira que será publicado hoje o despacho que determina a criação dos Núcleos de Saúde Familiar, uma medida que representa um avanço significativo nos cuidados de saúde e será aplicada em todas as Unidades de Saúde de Ilha “até ao final do ano”.

Luís Cabral, que falava à margem de uma visita ao Centro de Saúde da Ribeira Grande, onde analisou com a Unidade de Saúde a implementação desta medida, adiantou que a decisão do Governo dos Açores pretende “reformular os cuidados de saúde primários de acordo com aquilo que são as necessidades do utente”, onde a tutela “tem vindo a fazer um investimento significativo”.

Com esta nova medida, pretende-se, segundo Luís Cabral, a “reconfiguração do atual modelo de prestação de cuidados, em termos de organização e funcionamento das Unidades de Saúde de Ilha”.

Nesse sentido, acrescentou que se pretende que aquele modelo “esteja orientado para a obtenção de ganhos em saúde e na melhoria da acessibilidade, através da sua reestruturação em núcleos funcionais”.

O Secretário Regional salientou a preocupação da tutela, especialmente, com os utentes que não têm médico de família, adiantando que eles serão agrupados em Núcleos de Saúde Familiar, sendo-lhes “automaticamente atribuído o enfermeiro e o administrativo que asseguram a assistência” e que poderão “utilizar as consultas complementares existentes nos Centros de Saúde para obter consultas médicas para os seus utentes até haver a cobertura total da Região com médicos de família”.

Os Núcleos de Saúde Familiar assentam na prestação de cuidados de saúde individuais e familiares por equipas transdisciplinares, constituídas por um médico, um enfermeiro e um administrativo.

As Unidade de Saúde deverão agrupar os utentes da sua área de afluência em núcleos de 1.500 pessoas, devendo a lista ser organizada por agregados familiares e com base na geodemografia, de modo a assegurar que os cuidados de saúde primários estão mais próximos do utente.

GaCS/RL Açores

Deixe uma resposta