Operação de Vacinação em massa contra a Covid-19 arranca na próxima segunda-feira na Ilha de São Jorge

Numa conferência de imprensa realizada esta manhã no Centro de Saúde de Velas, o Presidente do Conselho de Administração da Unidade de Saúde da Ilha de São Jorge, Doutor Paulo Sousa, explicou à comunicação social que a equipa que vem de fora que está a realizar a vacinação nas ilhas sem Hospital, composta por dois médicos, seis enfermeiros, um farmacêutico e outros Profissionais do Serviço Regional de Saúde, tem como principal objetivo, vacinar todos os que ainda não tomaram a primeira vacina contra a covid-19.

“Tendo em conta a operação que está a ocorrer neste momento nas ilhas sem Hospital, também em São Jorge está previsto arrancarmos com a vacinação para a primeira dose de todos os utentes inscritos na ilha que ainda não tomaram a primeira dose.” Conta afirmando que “esta é uma operação que tem a envolvência de uma equipa Regional criada para esse efeito e tivemos um trabalho de preparação da vacinação e iremos já na próxima segunda-feira, dia 14 de junho, arrancar com esta operação nas Velas, e na quarta-feira, 16 de junho, na Calheta.”

Estão a ser realizadas chamadas telefónicas, a fim de contactar todos os utentes inscritos para irem tomar a primeira dose da vacina.

“Neste momento estamos a correr toda a lista de utentes que ainda não foram vacinados no âmbito do Covid-19, independentemente da idade, por exemplo, a partir dos 16 anos, qualquer utente que não tenha tomado a vacina, estamos a contactar e desde terça-feira passada, até hoje, sexta-feira, já fizemos 2.300 contactos e temos 1.300 pessoas confirmadas.” Conta.

Paulo Sousa diz que existem dois números telefónicos para receber telefonemas de quem ainda não foi contactado ou que não atendeu o telefone.

“No entanto, como há muitas pessoas que não conseguiram atender o telefone, estamos a receber telefonemas, para que possam fazer o seu agendamento. Iremos fazê-lo hoje, sexta-feira, amanhã, sábado e no domingo também e temos dois números próprios para recebermos os telefonemas.”

Paulo Sousa deixou os números telefónicos: “Para o Concelho da Calheta o contacto é 919135371 e para o Concelho das Velas, o 919135689. Relembro que estes telefonemas têm de ser realizados até domingo.”

O Presidente do Conselho de Administração deixa um apelo “é importante que as pessoas adiram a este propósito, porque é um desafio que está a envolver muitos recursos e o objetivo é vacinar o maior número de pessoas possível que ainda não tenha tomado a primeira dose.”

Neste âmbito, alertou ainda para outra situação, em que “é importante que os utentes quando mudam o seu contacto telefónico ou a morada, que atualizem os seus dados no Centro de Saúde, porque temos no sistema muitos contactos desatualizados, o que nos dificulta o nosso trabalho.” Finaliza o Presidente da Administração da Unidade de Saúde da Ilha de São Jorge, Doutor Paulo Sousa.

Por sua vez, a Doutora Natália Lopes, Doutora Clínica do Centro de Saúde e Velas e coordenadora da vacinação no Concelho, explica que não é preciso ter medo da administração da vacina e que os efeitos secundários são os mesmos que de outras vacinas.

“A vacina além de ser essencial tem alguns efeitos secundários, como qualquer vacina. Não há que ter receio, porque são sintomas que desaparecem geralmente em 24 ou 48 horas. As febres, as dores no corpo, diarreia, algumas borbulhas que apareçam, tudo são sintomas perfeitamente normais depois de uma vacina e não há que ter receio deles.” Explica a doutora Natália Lopes.

O Presidente do Conselho de Administração da Unidade de Saúde da Ilha de São Jorge, Paulo Sousa e a Doutora Natália Lopes, Doutora Clínica e Coordenadora da vacinação no Concelho, em conferência de imprensa esta manhã no Centro de Saúde de Velas.

Laura Cabral/RL Açores

Deixe uma resposta