Operador Turístico vai iniciar voos entre a Holanda e o Pico no verão de 2016: Vítor Fraga acredita que é “mais um passo” na consolidação do turismo nos Açores

O Secretário Regional do Turismo e Transportes afirmou hoje, em Ponta Delgada, que a operação da TUI entre Amsterdão, na Holanda, e a ilha do Pico representa “mais um passo” na consolidação do destino Açores.

Vítor Fraga, que falava na apresentação da Programação da TUI Holanda para 2016, considerou que esta operação é “mais um passo na consolidação e evolução do setor do turismo nos Açores”, frisando que “além de manter as ligações já existentes a S. Miguel e à Terceira, abrirá mais uma porta de entrada na Região”.

“Esta porta dará entrada no Triângulo e não apenas no Pico, já que, tirando partido da qualidade da oferta de transportes marítimos, será uma ligação que unirá o Pico, o Faial e S. Jorge a Amsterdão”, salientou Vítor Fraga.

O Secretário Regional frisou ainda que, para além destas ilhas, “os turistas desembarcados no Pico, na Terceira e em S. Miguel chegarão ainda às restantes ilhas dos Açores”, pois a operação agrega várias componentes da oferta disponível na Região.

“A operação aqui apresentada identifica-se claramente com o trabalho e a visão do Governo dos Açores sobre o desenvolvimento do setor, ou seja, a transversalidade e complementaridade da oferta entre todas as ilhas, que potencia o desenvolvimento do turismo em todas e em cada uma, de forma equitativa”, realçou Vítor Fraga.

O Secretário Regional salientou que a nova operação vem ao encontro do crescimento do setor na Região, fruto do trabalho realizado pelo Governo dos Açores, em parceria com entidades públicas e privadas, junto dos mercados emissores.

“O corolário deste trabalho é o aumento da notoriedade dos Açores, que faz com que o arquipélago seja cada vez mais capaz de, por um lado, atrair fluxos turísticos e, por outro, despertar ainda mais o interesse de grandes operadores turísticos, como é o caso da TUI”, afirmou.

Na sua intervenção, Vítor Fraga destacou a evolução do setor nos últimos anos, salientando que, desde a posse do atual Governo Regional, em finais de 2012, registou-se “um crescimento de cerca de 30% ao nível das dormidas e uma evidente consolidação junto dos principais mercados emissores”.

Para o Secretário Regional, o crescimento e consolidação do turismo nos Açores advêm de um trabalho sustentado por parte de todos os envolvidos, direta e indiretamente, num setor que é um dos mais competitivos do mundo.

“Esta realidade faz com que seja necessário procurar permanentemente superar-nos, não só para sermos bons, mas para sermos os melhores”, disse Vítor Fraga, sublinhando a importância deste trabalho para que, no momento da decisão dos potenciais turistas, os Açores sejam o destino escolhido, em detrimento de qualquer outro.

“É este espirito de superação que devemos ter sempre presente, não esquecendo também que o turismo é uma indústria de investimento intensivo e que, ao menor descuido, podemos deitar tudo a perder. Continuemos, pois, este trabalho de desenvolvimento deste nosso setor de atividade que ganha cada vez maior importância para os Açores”, afirmou Vítor Fraga.

GaCS/RL Açores

Deixe uma resposta