Queijo São Jorge distinguido com voto de congratulação no parlamento açoriano

A Assembleia Legislativa Regional aprovou esta quinta-feira, por unanimidade, um voto de congratulação pela atribuição prémios ao Queijo São Jorge DOP no Concurso Nacional de Queijos Tradicionais Portugueses de Cura Prolongada. O voto em causa foi apresentado pelo deputado do PSD Açores, eleito pela ilha de São Jorge, Paulo Silveira.

No passado dia 28 de junho – os Queijos São Jorge DOP 4, 7, 12 e 24 meses de cura, foram distinguidos com medalha de ouro e o Queijo São Jorge DOP 24 meses também homenageado com a medalha “O Melhor dos Melhores” no 11.º Concurso Nacional de Queijos Tradicionais Portugueses de Cura Prolongada. Organizado pelo Centro Nacional de Exposições (CNEMA) e pela Qualifica, esta distinção resultou de uma prova cega de diversas amostras, em representação de várias regiões do país.

O deputado do PSD Paulo Silveira apresentou na Assembleia Legislativa Regional um voto de congratulação referindo a importância do Queijo São Jorge enquanto verdadeiro “ex-libris” da Ilha de S. Jorge e da Região Autónoma dos Açores.

Na sua intervenção salientou, que o Queijo são Jorge, sendo o produto de quase quinhentos anos de evolução na produção de queijo de leite de vaca tem mantido as suas características específicas que o clima e a vegetação das pastagens da ilha determinam por via do leite cru utilizado e prossegue o seu caminho de sucesso com a atribuição de várias medalhas em mais um concurso nacional de queijos.

Estas distinções, referiu, “são o reflexo de uma tradição ancestral e da qualidade do trabalho desenvolvido na Ilha de São Jorge pelos produtores de leite que com o seu saber conferem à matéria-prima do queijo as condições necessárias para o desenvolvimento de um produto único, de qualidade e excelência cada vez mais apreciadas”.

Paulo Silveira finalizou salientando a importância da produção do Queijo de São Jorge, “que além de uma referência fundamental da Ilha de S. Jorge constitui um dos pilares fundamentais da sua economia”, felicitando ainda, os produtores de leite de S. Jorge e todas as outras entidades que integram o “ciclo do queijo”, as cooperativas da UNIQUEJO, a Confraria do Queijo de S. Jorge e a Lactaçores, pelo sucesso alcançado.

GI PSD Açores/RL Açores

Deixe uma resposta