Quota de goraz da Região em 2015 aumenta 100 toneladas 

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia anunciou, em Ponta Delgada, que os Açores vão receber este ano “mais 101 toneladas de quota de goraz”, nos termos de uma resolução hoje publicada no Jornal Oficial da União Europeia.

Fausto Brito e Abreu salientou que esta decisão é o resultado de um processo iniciado em novembro de 2014 pelo Governo dos Açores, que pediu à Comissão Europeia a transferência para este ano da quota não utilizada no ano passado, ao abrigo de um regulamento comunitário.

O Secretário Regional do Mar manifestou satisfação com esta resolução, que “aumenta o rendimento dos pescadores e é uma boa notícia para os Açores”.

Brito e Abreu considerou, no entanto, que a quota para esta espécie na Região continua a ser “restritiva” em 2015 e que a interdição da sua pesca em vigor durante a segunda quinzena de julho “se continua a justificar para fazermos uma gestão inteligente da quota”.

No final do ano passado, o Conselho de Ministros das Pescas da União Europeia aprovou, em Bruxelas, um corte de 25% nos totais admissíveis de captura (TAC) para o goraz em águas açorianas para este ano e um corte idêntico para 2016.

A Região tinha recebido uma quota para este ano que permitia capturar 678 toneladas e que agora foi aumentada para 789 toneladas.

Em 2016, a quota mantém-se em 508 toneladas.

O goraz é uma espécie de elevada relevância económica para as pescas nos Açores, representando cerca de 7% do total de capturas e mais de 20% do valor total da primeira venda em lota.

GaCS/RL Açores

Deixe uma resposta