SATA Gestão de Aeródromos compromete-se a pagar dívida de 600 mil euros a Associações de Bombeiros de Velas, Madalena e Graciosa nos próximos dias

O Grupo SATA Gestão de Aeródromos comprometeu-se, esta quarta-feira, a pagar nos próximos dias a dívida de 600 mil euros às Associações de Bombeiros das Velas, Madalena do Pico e Graciosa. A notícia foi avançada pela RTP Açores que adianta que o anúncio foi feito pelo Representante das três Associações, Manuel Soares Silvestre, à saída de uma reunião com o Presidente do Conselho de Administração da SATA que não quis prestar declarações à estação pública regional.

Em causa está, então, uma dívida de 600 mil euros. A verba acumulada resulta de serviços prestados pelos bombeiros nos aeródromos de São Jorge, Pico, Graciosa e Corvo. O Grupo SATA deixou, segundo avança a televisão pública regional, arrastar os pagamentos.

Uma longa reunião que decorreu esta quarta-feira, à porta fechada, trouxe a garantia do saldar de contas, segundo avançou o representante das três Associações. Manuel Soares Silvestre diz que tiveram oportunidade de apresentar as dificuldades e pontos de vista das Associações, tendo revelado que o presidente do Conselho de Administração da SATA demonstrou uma grande aceitação, dizendo estar satisfeito e convicto que daqui para a frente as coisas irão resolver-se.

Sem revelar datas exatas, Manuel Soares Silvestre disse estar convicto que nos próximos dias a situação estará resolvida.

Luís Rodrigues, o presidente do Conselho de Administração da SATA, não quis prestar declarações à Comunicação Social, tendo sido o representante do Consórcio das três Associações a ser o porta-voz.

Este atraso nos pagamentos da SATA já implicou dívidas destas corporações à Segurança Social e ao fisco, havendo também os salários de fevereiro em atraso. Manuel Soares Silvestre fez saber que nesta situação estão cerca de 59 elementos das três Associações.

RTP A/RL Açores

Deixe uma resposta