Sofia Ribeiro defende compensações para os agricultores que vendam abaixo do custo de produção

A eurodeputada Sofia Ribeiro apresentou medidas para enfrentar e resolver a crise no setor do leite, hoje, na sessão Plenária no Parlamento Europeu, em Bruxelas, onde esteve presente Phil Hogan, Comissário Europeu da Agricultura e Desenvolvimento Rural.

“A crise está instalada na União Europeia, mas nos Açores nós enfrentamos uma verdadeira catástrofe”, afirmou Sofia Ribeiro no início da sua intervenção, explicando que “60% dos produtores [da região] estão em falência técnica”.

Para a Eurodeputada é necessário cumprir com o artigo 349º do tratado de funcionamento da União Europeia e “apoiar as Regiões Ultraperiféricas, em especial os Açores”. Este artigo da Carta dos Direitos Fundamentais prevê a adoção de medidas específicas para as RUP pelas suas condições de insularidade; pelo afastamento do continente europeu e pequena superfície; pelo relevo e clima difíceis; e pela sua dependência económica em relação a um pequeno número de produtos.

Para enfrentar a crise no setor, Sofia Ribeiro propôs três medidas estratégicas que passam por “um controlo obrigatório e global da oferta em situação de excesso de produção e de ruptura de mercados”; “uma compensação aos produtores quando o preço que lhes é pago, for inferior aos custos de produção”; e por fim, a criação de uma campanha europeia de estímulo ao consumo de leite, uma vez que, na União Europeia e a nível globalizado, o consumo de leite está a diminuir”.

A finalizar a sua intervenção, a Eurodeputada do PSD concluiu “Senhor Comissário, as respostas que nós estamos a dar não são suficientes. Precisamos de mais Europa, precisamos de mais coesão, precisamos de mais solidariedade, precisamos de uma Europa que proteja os mais desfavorecidos”.

GI Eurodeputada SR/RL Açores

Deixe uma resposta