Vasco Cordeiro convida partidos para debater futuro da autonomia

O Presidente do PS/Açores, Vasco Cordeiro, defende que o debate sobre a reforma da Autonomia “não pode ficar limitado aos partidos e muito menos a uma abordagem entre uma ou duas forças políticas, sem o envolvimento da sociedade Açoriana”.

Esta posição de Vasco Cordeiro foi manifestada numa carta que enviou, esta quinta-feira, ao Presidente do PSD/Açores, onde convida Duarte Freitas para um encontro, em julho, de “esclarecimento mútuo, de concretização de propostas já avançadas e de debate relativo ao objetivo de construir uma Autonomia que sirva cada vez melhor o Povo Açoriano”. O convite do líder do PS/Açores foi extensivo, por carta também dirigida aos restantes partidos representados na Assembleia Legislativa – CDS/PP, PCP, BE e PPM -, assim como ao PDA.

“A Autonomia é propriedade do Povo Açoriano, pelo que o processo de repensá-la e melhorá-la não poder ficar limitado apenas às abordagens partidárias, nem, pior do que isso, apenas à abordagem de um ou dois partidos”, preconizou Vasco Cordeiro na missiva enviada a Duarte Freitas.

Para o Presidente do PS/Açores, o início do processo da reforma da Autonomia implica “a existência de um mandato claro do Povo Açoriano” que se deve pronunciar “através do voto sobre qual o caminho que deve ser seguido”.

Vasco Cordeiro defendeu também que o “debate sobre o futuro da Autonomia não deve ser feito à pressa e que as eleições legislativas regionais de 2016 constituem a ocasião por excelência para que surja este mandato democrático, indispensável numa reforma deste tipo e desta envergadura”.

O líder socialista Açoriano entende ser “importante que esse seja um debate e um processo que, pelo menos numa primeira fase, decorra internamente, dentro da nossa Autonomia, conhecendo apenas como limites a ambição, a vontade do Povo Açoriano”.

Defendendo que devem ser “criadas as condições, quer ao nível dos partidos políticos, quer ao nível da sociedade civil para que processo possa ser o mais abrangente e participado possível”, Vasco Cordeiro sublinhou que “o PS/Açores não recusa falar com ninguém sobre esta matéria de reforma da Autonomia”.

Recorde-se que o debate no âmbito da reforma da Autonomia foi lançado por Vasco Cordeiro, na qualidade de Presidente do Governo Regional, por ocasião do dia da Região Autónoma dos Açores que se realizou, nas Flores, no passado dia 25 de Maio.

O Presidente do Governo Regional lançou a debate três ideias para análise e reflexão: a possibilidade de candidaturas de cidadãos independentes e de listas abertas nas eleições para a Assembleia Legislativa dos Açores; a possibilidade de reformar a natureza e as funções dos Conselhos de Ilha, atribuindo-lhes funções executivas; e a possibilidade de extinção do cargo de Representante da República.

Para Vasco Cordeiro, “estas são algumas, e apenas algumas, das propostas que podem surgir desse debate e, assim, contribuir para a realização dos objetivos de concretização e aperfeiçoamento da nossa Autonomia.

GI PS Açores/RL Açores

Deixe uma resposta