PSD S. Jorge quer Café da Fajã dos Vimes reconhecido como produto de interesse regional

O Presidente do PSD S. Jorge, Paulo Alberto Silveira, e o Deputado Regional, António Pedroso, visitaram esta quarta-feira a maior plantação de café da ilha, na Fajã dos Vimes.

Alguns dias após as fajãs de S. Jorge terem sido classificadas como Reserva da Biosfera, os sociais-democratas numa política de proximidade visitaram um dos maiores produtores de café da ilha.

Segundo nota enviada pela CPI de São Jorge, considerando que a ilha é o único local da Europa onde se produz café arábica, “é da maior importância” para a economia local “inserir este na lista de produtos de interesse regional á semelhança do Chá ou do Ananás”.

“Apesar de não existirem apoios diretos da Europa para a produção de café, o PSD S. Jorge entende que seria economicamente importante para a ilha de S. Jorge, que o governo Regional considerasse a possibilidade de valorizar a produção desse produto “gourmet” através de algum programa de revitalização dos produtos das fajãs à semelhança do que já existe para a vinha”, pode ler-se na nota enviada à Comunicação Social.

A produção artesanal deste produto único na Europa poderá gerar, segundo os sociais-democratas jorgenses, “a criação de emprego, nomeadamente de pequenas empresas familiares e, poderá incentivar alguns jovens a ficar na ilha”.

No entanto, o PSD S.Jorge reitera que “é extremamente importante que seja criado algum incentivo nessa área”.

“Num futuro que se avizinha promissor no desenvolvimento turístico, a valorização dos produtos de qualidade cultivados de forma biológica, associados à manutenção e revitalização da agricultura tradicional nas fajãs de S. Jorge, são certamente um fator económico positivo para os Jorgenses e simultaneamente um excelente cartaz turístico”, concluem os sociais-democratas.

CPI S.Jorge/RL Açores

Deixe uma resposta