Acordos de cooperação são ponto de partida para novo patamar na relação entre Regiões Autónomas, afirma Vasco Cordeiro 

O Presidente do Governo dos Açores afirmou, em Angra do Heroísmo, que a visita do Presidente do Governo da Madeira, que culminou com a assinatura de dez Protocolos de Cooperação e uma Declaração Conjunta, constituiu um ponto de partida para um novo patamar no relacionamento entre as duas Regiões.

“Gostaria, nesta ocasião, de vos dizer que é motivo de satisfação o facto de estarmos a marcar, não uma conclusão, mas sim um ponto de partida de um novo patamar em que é colocado o relacionamento entre as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira”, afirmou Vasco Cordeiro.

O Presidente do Governo dos Açores falava segunda-feira, na cerimónia de assinatura dos Protocolos de Cooperação e da Declaração Conjunta, no final de uma visita do Presidente do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque, à Região.

“Este novo patamar é uma etapa mais marcada por aquilo que temos a dizer uns aos outros, como se comprovou pelos protocolos assinados, do que por aquilo que, mesmo juntos, podemos dizer de nós aos outros”, frisou.

Na sua intervenção, Vasco Cordeiro adiantou que “alguns considerarão, vendo os termos dos protocolos assinados, que, por deste encontro não saírem acordos relativos a uma frente autonómica face a outras entidades, teríamos, porventura, ficado aquém”.

“Interessa então dizer que, da parte do Governo dos Açores, os resultados e as conclusões desta visita vão para além das expectativas iniciais e do registo passado de contactos entre os dois Governos”, assegurou Vasco Cordeiro.

Com a formalização da cooperação entre os dois Executivos, estamos a “construir uma união mais fraterna, mais forte e mais próxima entre o Povo Açoriano e o Povo Madeirense”, preconizou Vasco Cordeiro.

GaCS/RL Açores

Deixe uma resposta