“Duarte Freitas procura iludir os Açorianos com promessas de varinha mágica na área da Saúde”, alertou José San-Bento

 

O Grupo Parlamentar do PS alertou esta quinta-feira para a fragilidade das propostas do PSD/Açores na área da saúde, classificando-as como “ilusões, soluções mágicas, irrealistas e demagógicas”.

A posição foi sustentada pelo Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do PS, que falava à margem dos trabalhos parlamentares de maio, que decorrem na cidade da Horta.

José San-Bento explicou que “quanto à cobertura de médicos de família e às listas de espera cirúrgicas, os grandes constrangimentos estruturais do sistema prendem-se com a falta de recursos humanos, nomeadamente a falta de médicos especialistas”, sublinhando que “não existem anestesistas disponíveis no país nem na Europa, para podermos recrutar para o nosso sistema; temos de esperar que essa formação seja feita, reforçando simultaneamente o Serviço Regional de Saúde”.

O deputado socialista realçou que a Região “terá, até ao final de 2016, mais 28.400 Açorianos com médico de família, por via da entrada no sistema de mais 15 médicos de medicina geral e familiar”, adiantando que “já estão em formação mais 34 médicos dessa especialidade”.

José San-Bento lembrou que as listas de espera cirúrgicas têm diminuído, graças à “deslocação de anestesistas do continente, para reforçar a produção acrescida dos blocos operatórios Açorianos”.

Quanto ao regime de convenções e reembolsos, o parlamentar socialista entende que a capacidade de resposta do setor público deve ser “maximizada e só depois de esgotada toda esta capacidade de resposta é que são acionadas as convenções com médicos e com clínicas privadas”. Para José San-Bento, o recurso a clínicas privadas e a médicos privados deve ser uma “situação excecional e não uma regra” e “ninguém compreenderia que houvesse um regime de reembolsos quase sem limites, que é o que o PSD promete”.

“O PS apresenta-se aos Açorianos de consciência tranquila. Temos um trabalho muito positivo e reformas que foram feitas para beneficiar os Açorianos na área da saúde. Continuaremos a trabalhar neste sentido, se for essa a vontade dos Açorianos”, frisou José San-Bento.

GI PS Açores/RL Açores

Deixe uma resposta