Governo antecipa para dezembro suplemento a produtores de leite normalmente pago em abril, anuncia José Manuel Bolieiro

O Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, anunciou na sexta-feira que o Executivo vai antecipar para “final de dezembro” os 30% do suplemento aos produtores de leite “que normalmente era pago em abril”.

A medida foi anunciada pelo governante numa intervenção proferida na inauguração do VII Concurso Micaelense Holstein Frísia de Outono, evento que decorre até domingo no Parque de Exposições de São Miguel, em Sant’Ana.

José Manuel Bolieiro anunciou na ocasião uma série de compromissos do XIII Governo dos Açores a propósito da fileira do leite, entre os quais a publicação de uma portaria de candidaturas para os produtores que queiram reduzir a sua produção de leite.

É ainda assumido o compromisso de “pagar as ajudas à perda de rendimento do POSEI e do PRORURAL sem qualquer corte, ou seja, sem rateios”, medida que potenciará liquidez nas explorações agrícolas.

“Contem com este Governo ao vosso lado. A produção é a essência da nossa sobrevivência”, declarou o Presidente do Governo, dirigindo-se em concreto aos produtores agrícolas.

Será também publicada uma portaria para a reconversão de explorações de bovinicultura de leite em bovinicultura de carne, avançará em 2022 o Laboratório de Inovação de Produtos Lácteos e foi protocolado, entre a Secretaria Regional da Educação e a da Agricultura, um acordo para a literacia sobre este setor nas escolas, “do primeiro ano de escolaridade até ao secundário”, lembrou José Manuel Bolieiro.

Os Açores continuarão, garantiu ainda, a reivindicar junto de Bruxelas o “reconhecimento do aumento” dos custos de produção na Região.

José Manuel Bolieiro mostrou-se ainda satisfeito pela aprovação esta semana do Plano e Orçamento para 2022, “instrumentos essenciais à ação governativa” e, nesse sentido, para implementar as medidas programadas para a agricultura.

“Como cidadão, político e Presidente do Governo, tenho a profunda convicção que não se abala pela crítica, que se fortalece pela genuína vontade de participação de todos sem exceção”, concretizou.

GRA/RL Açores

Deixe uma resposta