Proteção Civil dos Açores realiza exercício Touro 2021 de 22 a 24 de outubro em São Jorge

O Presidente do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) anunciou na quinta-feira que o exercício Touro 2021 irá decorrer de 22 a 24 de outubro, na ilha de São Jorge, simulando a resposta dos diferentes agentes de proteção civil a situações provocadas por meteorologia adversa.

“Neste exercício será considerado um cenário de aviso meteorológico de nível vermelho para o parâmetro de precipitação para o grupo central que terá predominância em São Jorge, atingindo os dois concelhos da ilha”, explicou o Presidente do SRPCBA, Eduardo Faria, que falava na apresentação do exercício Touro 2021, em Angra do Heroísmo.

“Como nos últimos anos os exercícios tiveram cenários com origem em sismos, decidimos agora testar a nossa capacidade e meios, ao nível da preparação e resposta, com outro tipo de evento, nomeadamente com condições meteorológicas adversas”, realçou.

Na ocasião, Eduardo Faria acrescentou que a realização do exercício na ilha de São Jorge “permitirá treinar uma série de ações de socorro em áreas mais difíceis”.

Esta ação enquadra-se no plano anual de exercícios de proteção civil do SRPCBA e visa testar a condução das ações a tomar em caso de diversas ocorrências, de acordo com as capacidades e possibilidades das cerca de 30 entidades participantes.

Durante o exercício serão simulados pedidos de socorro de cidadãos, habitações inundadas, estradas obstruídas, populações isoladas, desaparecidos, entre outros incidentes.

Além dos nove Corpos de Bombeiros do Grupo Central, participam no ‘Touro 2021’ as Direções Regionais da Saúde, da Habitação, do Ambiente e Alterações Climáticas, dos Assuntos do Mar, dos Recursos Florestais, das Obras Públicas e Transportes Terrestres e do Turismo, assim como o Instituto de Segurança Social dos Açores, o Laboratório Regional de Engenharia Civil, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera e o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores.

O exercício envolverá também as Câmaras Municipais de Velas e de Calheta, Comando Operacional dos Açores, através dos seus diferentes ramos e valências, a Autoridade Marítima, através da Capitania do Porto da Horta, Associações de Radioamadores, PSP, GNR e Cruz Vermelha.

GRA/RL Açores

Deixe uma resposta