PSD/São Jorge exige mais explicações do Governo Regional sobre denúncia com Educadora de Infância

 

O PSD de São Jorge exigiu hoje “mais explicações” do Governo Regional sobre a recente notícia “da denúncia de alegadas irregularidades de procedimento de uma Educadora de Infância do Instituto de Santa Catarina”, naquela ilha.

Segundo o presidente da Comissão Política, António Pedroso, “a explicação divulgada pelo Governo Regional é insuficiente e não tranquiliza os pais e encarregados de educação daquele Instituto, ainda mais se a matéria foi assumida pelo Ministério Público, conforme notícia divulgada pela comunicação social”.

O social-democrata considera que “isso faz indiciar um possível problema de gravidade superior àquele que o Governo Regional refere na dita nota informativa, assim como no despacho exarado pelo Secretário Regional da Educação e Cultura”, afirma.

“O critério que vigora na Secretaria Regional de Educação e Cultura não pode ser desresponsabilizar-se dos seus deveres. Enquanto tutela pedagógica daquele estabelecimento, o senhor secretário deve explicar aos jorgenses se a Educadora de Infância em apreço tem ou não condições para continuar a exercer a sua atividade profissional”.

“E deve ainda dizer aos açorianos, afinal, em que consiste ser tutela pedagógica de uma instituição de ensino particular, solidário ou cooperativo”, refere António Pedroso.

Para o PSD/São Jorge, “num Estado de Direito, presume-se a inocência de todos os cidadãos até à transição em julgado”, todavia “parecem haver consequências, já traduzidas na suspensão da referida Educadora de Infância pelo Instituto de Santa Catarina e da Inspeção Regional da Educação”, explica.

“A qualidade do nosso sistema educativo fundamenta-se, entre outros fatores, na existência de educadores de infância e professores competentes, empenhados e também dignificados nas suas carreiras profissionais. Pelo que qualquer denúncia sobre o funcionamento de uma unidade de ensino, seja ela pública ou propriedade de uma instituição privada, sob tutela pedagógica do Governo Regional, deve ser explicada em todos os seus contornos”, conclui António Pedroso.

GI PSD Açores/RL Açores

Deixe uma resposta