Reunião entre Governos dos Açores e da República muito produtiva e importante, afirma Vasco Cordeiro 

O Presidente do Governo afirmou hoje que a reunião entre os Governos dos Açores e da República, que decorreu em Angra do Heroísmo no âmbito da visita oficial do Primeiro-Ministro à Região, foi muito produtiva e bastante importante porque permitiu fechar uma série de assuntos relevantes para os Açorianos.

“Considero que esta foi uma reunião muito produtiva e bastante importante. Produtiva porque permitiu, num conjunto variado de áreas, fechar assuntos que são de grande importância para os Açores”, afirmou Vasco Cordeiro.

Nesse sentido, o Presidente do Governo destacou o caso do Plano de Revitalização Económica da Ilha Terceira (PREIT), que entra numa fase de concretização das medidas previstas, que é ainda, claramente, assumido como o “documento estratégico e orientador da forma como o Governo da República e o Governo dos Açores lidam com esta situação do redimensionamento das forças militares norte-americanas na ilha Terceira”.

Vasco Cordeiro, que se encontrou com António Costa antes da reunião entre os dois Executivos, destacou também o reforço de fundos comunitários para fazer face aos prejuízos nos portos registados na sequência das calamidades que, no final de 2015, assolaram os Açores, dando, assim, “um sinal muito claro como é entendida a solidariedade nacional sobretudo nestas situações”.

Em declarações aos jornalistas, o Presidente do Governo assegurou que a reunião de trabalho foi ainda muito importante porque, “num clima de sintonia, foi possível constatar uma vontade muito séria e efetiva de, mesmo naqueles assuntos que ainda não atingiram a fase de conclusão, trabalharmos em conjunto para conseguir boas soluções”.

Vasco Cordeiro salientou também que, no âmbito do novo modelo de acessibilidades aéreas à Região, nomeadamente as obrigações de serviço público para o transporte de carga, é um assunto que está concluído, prevendo-se que, dentro dos próximos meses, seja lançado o concurso público.

“Isso é muito importante porque vem reforçar a capacidade de exportação da economia regional”, afirmou.

Relativamente às matérias referentes às Forças de Segurança, o Presidente do Governo anunciou que ficou acordado que o apoio que a Região já atribui ao nível das viaturas será direcionado para a requalificação e reabilitação de esquadras, dando também nota que, “mesmo nas funções do Estado, como é o caso da Segurança, a Autonomia pode ajudar e pode contribuir para reforçar as condições” destes serviços.

O Presidente do Governo dos Açores salientou, também, a questão da operação de companhias aéreas ‘low cost’ do continente para a ilha Terceira, um assunto que tem um significado prático e político de grande relevância.

“Saliento este espírito de grande cooperação entre os dois Governos na construção de soluções que sirvam, sobretudo, os Açorianos. É esse espírito que dá a garantia que, também no futuro, seremos capazes de resolver o que for necessário”, frisou Vasco Cordeiro.

GaCS/RL Açores

Deixe uma resposta