Viola da Terra homenageada nas Festas de São Jorge (c/áudio)

“Brincar às Tradições” foi o tema das Festas de São Jorge e como tal o Município das Velas em parceria com a Associação Cultural pretenderam dar destaque àquilo que é verdadeiramente jorgense e, neste caso, açoriano, como por exemplo a Viola da Terra.

Assim sendo, foi no segundo dia de festa que decorreu no Auditório Municipal das Velas uma palestra sobre este instrumento tão tradicional, palestra esta dada por Raimundo Leonardes, construtor de violas da terra, natural do Topo, e que tem, com o seu trabalho, levado o nome de São Jorge além-fronteiras.

Raimundo explicou para uma plateia repleta de curiosos e interessados os passos necessários para a construção da Viola da Terra.

Logo de seguida, foi o Grupo de Tocadores de Viola da Terra que prestou a sua homenagem ao mais verdadeiro som açoriano.

Renato Bettencourt, responsável pelo grupo, afirmou, em entrevista à RL Açores, que este grupo nasce com a necessidade de não deixar perder esta tradição.

Renato considerou mesmo que as violas estão vivas e que cada vez mais a população tem gosto em voltar a ouvir este instrumento.

O Grupo de Violas da Terra da Ilha de São Jorge nasceu a 9 de Agosto de 2014 pela iniciativa de Renato Bettencourt, para a realização de um concerto de Viola da Terra, inserido no Encontro de Tocadores de Viola da Terra dos Açores, da Temporada Artística do Governo dos Açores, a convite do músico micaelense Rafael Carvalho, e da Associação De Juventude Viola da Terra, da Ilha de São Miguel.

Desta atuação resultou este grupo que entretanto já gravou para “O Povo que Ainda Canta”, da RTP-2 e para a “Festa dos 40”, da RTP-Açores.

Liliana Andrade/RL Açores

Fotografia: ©CMV

Deixe uma resposta