A Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital, por via da Direção Regional da Cultura (DRC), através do Museu Francisco de Lacerda, em São Jorge, promove no dia 18 de maio, terça-feira, às 18h30, a realização da conferência “Instrumentos de Sopro em Portugal: Um Percurso Histórico”, da responsabilidade de Marco Torre, que antecede a inauguração de uma exposição com o mesmo nome.

Com o objetivo de transportar o visitante para outras épocas, a exposição, da responsabilidade do curador Marco Torre e da equipa do Museu Franscisco de Lacerda, patente até ao dia 30 de setembro, visita locais de Portugal onde existiram fábricas de instrumentos musicais de sopro, no século passado.

Composta por instrumentos que se encontram depositados neste Museu, oriundos de diferentes bandas filarmónicas da Região, a iniciativa permitirá observar esses instrumentos, e conhecer a história das casas que os comercializaram, a autoria de quem os construiu, permitindo assim a realização de um percurso histórico e geográfico.

Correlacionada com a temática do Dia Internacional dos Museus de 2021, “O Futuro dos Museus: Recuperar e Reimaginar e como atividade complementar à exposição”, a exposição será dinamizada através da oficina “Instrumentos Musicais: Recuperar, Reimaginar e Reconstruir ”, na qual o público poderá recuperar e reciclar materiais de forma a produzir instrumentos musicais, utilizando materiais como garrafas de plástico ou de vidro, rolos de papel, entre outros, acompanhados de instruções para a construção desses instrumentos.

A Direção Regional da Cultura informa que estes e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal Cultura Açores, no seguinte endereço eletrónico: www.culturacores.azores.gov.pt.

Imagem: GACS

GACS/RL Açores

Deixe uma resposta