PS São Jorge diz que Governo Regional é farto em estudos prévios e escasso em soluções

No âmbito da Visita Estatutária do Governo Regional à ilha de São Jorge, o Secretariado de Ilha do PS São Jorge, manifestou a sua satisfação pela assinatura do contrato de Cooperação-Valor Investimento para a concretização do Centro Intergeracional de Santo Antão, como também pela inauguração do Centro de Saúde de Velas, muito aguardada e ansiada pela população, resolvendo-se assim, ao fim de alguns anos, uma situação que perdurava no tempo, em prejuízo da população e dos profissionais desta unidade de saúde, no entanto, o Secretariado de Ilha do PS São Jorge lamenta que o Governo Regional, ao fim de várias Visitas Estatutárias à ilha de São Jorge, continue a insistir na propaganda, apresentando e inaugurando como seus, investimentos que partiram do Governo Regional do Partido Socialista.

Em comunicado enviado à nossa redação, o PS de São Jorge adianta que, “em termos concretos, com esta Visita Estatutária, não vimos nenhuma novidade em relação a São Jorge, quando o atual contexto assim o exigia, nomeadamente no que respeita ao apoio às famílias. O que se confirmou foi que temos um Governo recorrente na apresentação de estudos prévios. São estudos prévios para o Porto da Calheta, estudos prévios para o Porto das Velas, entre algumas outras promessas de estudos prévios. São promessas, atrás de promessas do Presidente do Governo Regional, que mais parecia estar em plena campanha eleitoral, que, nas suas intervenções, pomposas e requintadas, mas vazias de conteúdo, confirma que este Governo não consegue traçar um rumo para a ilha de São Jorge”.

Diz o PS de São Jorge ser este é um Governo que continuar mais preocupado em atacar o Partido Socialista, do que em governar e resolver os reais problemas dos Jorgenses, dando alguns exemplos como uma solução para a construção do novo matadouro de São Jorge, para a escassez de estacionamento no aeroporto de São Jorge, para a reabilitação do POA Cabo da Ponta/Sete Fontes/Farol dos Rosais e outros tantos caminhos agrícolas, para a baía da Calheta, centro de noite no Centro Intergeracional de Santo Antão, falhando assim a promessa eleitoral da construção de um lar de idosos na zona do Topo.

RL/PSSJZ