“Tentaram fazer politiquice com Comissão de Inquérito”, lamentou José Contente

O Grupo Parlamentar do PS lamentou, esta terça-feira, que alguns partidos políticos tenham tentado “fazer politiquice com a Comissão de Inquérito aos Transportes Marítimos e Infraestruturas Portuárias”.

A posição foi defendida por José Contente, que falava na cidade da Horta, onde decorre o plenário do Parlamento Açoriano.

O deputado socialista frisou que o relatório da Comissão de Inquérito aos Transportes Marítimos “reflete a realidade do que se passou”, não tendo sido “possível identificar uma causa única, direta e irrefutável que tenha estado na origem do trágico acidente de S. Roque do Pico, ficando patente a multiplicidade e conjugação de fatores que contribuíram para o mesmo”.

José Contente reiterou o “lamento profundo que o PS tem pelo acidente da noite de 14 de novembro de 2014”, deixando mais vez uma palavra de pesar à família da vítima.

O deputado socialista frisou que o PS “sempre se recusou e recusar-se-á a fazer política com acidentes trágicos” e afirmou que houve partidos que pretenderam “fazer uma escolha seletiva de transcrições de audições e de documentação, branqueando a verdade do que realmente se passou em comissão, com a intenção de intoxicar mediaticamente a opinião pública, chegando mesmo ao cúmulo de divulgar, ilegítima e ilegalmente, o rascunho do relatório final, com conclusões viciadas, redutoras e parciais”.

José Contente salientou que “todos os 21 inquiridos afirmaram de forma perentória que o transporte marítimo de passageiros nos Açores é seguro, que nunca esteve em causa a sua segurança”.

“Com toda a objetividade, concluiu-se nesta comissão que houve um grande investimento feito em infraestruturas e navios. Concluiu-se que a opção pela construção de rampas Ro-Ro foi a mais ajustada e que a aquisição dos novos navios tem por base estudos técnicos; que os mestres dos novos navios têm formação adequada e que todas as recomendações para aumentar os níveis de segurança foram acatadas e implementadas, tendo havido um conjunto de fatores que contribuíram para o acidente”, sublinhou o deputado socialista.

“Tudo isto não quer dizer que nos acomodemos, que não possamos melhorar. O Governo dos Açores está a fazer tudo para evitar novos acidentes, com a imediata implementação de medidas de reforço das condições de segurança no transporte marítimo de passageiros. Para o PS/Açores, a segurança do transporte marítimo é uma prioridade e tudo faremos para que este tipo de situação não torne a repetir-se”, finalizou José Contente.

A Comissão de Inquérito aos Transportes Marítimos e Infraestruturas Portuárias dos Açores realizou 23 audições durante 10 meses, analisando mais de 60 mil páginas de documentos anexos.

GI PS Açores/RL Açores

Deixe uma resposta