Home / Politica / Governo Regional apoia ou não uma nova fábrica da COFACO no Pico?, questiona PSD
Governo Regional apoia ou não uma nova fábrica da COFACO no Pico?, questiona PSD

Governo Regional apoia ou não uma nova fábrica da COFACO no Pico?, questiona PSD

O PSD/Açores questionou esta quarta-feira o Governo Regional sobre a construção de uma nova fábrica da COFACO na ilha do Pico, querendo saber “que tipo de diligências foram feitas para concretizar esse objetivo. Afinal, o Governo Regional vai ou não apoiar a empresa COFACO na construção de uma nova fábrica no Pico?”, pergunta o deputado Cláudio Lopes

Num requerimento enviado à Assembleia Legislativa, o social-democrata recorda que, em 2010, “o então presidente, Carlos César, afirmou, vincadamente, na inauguração dos edifícios de apoio às pescas no Porto da Madalena, o apoio do Governo à construção de uma Nova Fábrica da COFACO”.

“Passados alguns meses, os deputados do PSD eleitos pelo Pico – Duarte Freitas e Cláudio Lopes – questionaram o governo sobre a forma desse apoio e a fase em que se encontrava o respetivo projeto. Reconhecendo a importância da indústria conserveira na economia açoriana, o Governo Regional referiu que disponibilizaria apoio, no quadro comunitário em vigor, para a construção de uma nova fábrica, e ainda reforçaria a taxa de apoio público até 75% a fundo perdido no regime de apoio aos investimentos para aquele fim”, explica.

“Foi-nos também dito que a COFACO era a entidade promotora do investimento, e que estava a desenvolver o projeto. A tutela esclareceu igualmente que a calendarização da obra seria definida pela entidade promotora do investimento, durante a vigência do referido quadro comunitário de apoio”, acrescenta Cláudio Lopes.

“Passaram-se cinco anos sobre a resposta ao nosso requerimento, diversas notícias vieram a público quanto à construção de uma nova fábrica da COFACO no Pico. Sem que até hoje tal se tenha concretizado”, critica o deputado do PSD/Açores.

Cláudio Lopes lembra que “já vigora na Região, há mais de dois anos, um novo Quadro Comunitário de Apoio. E há uma necessidade clara da COFACO ter instalações adequadas e bem apetrechadas no Pico, para laborar e corresponder às exigências do mercado”, sublinha.

“Não podemos esquecer que a indústria conserveira se move num mercado altamente competitivo e concorrencial. E que a modernização estrutural e tecnológica da fábrica da COFACO é uma necessidade premente e bem patente, se atendermos ao seu atual estado”, afirma o social-democrata.

Cláudio Lopes critica o Governo Regional “pela passividade aparente em todo este processo” e por “uma vez mais, não cumprir as promessas feitas no Pico, ilha onde há mais de cinquenta anos se instalou a empresa COFACO, que tem um papel relevante papel na vida social e económica local. Durante cinco décadas, assegurou centenas de postos de trabalho, e isso tem de ser tido em conta”, conclui.

GI PSD Açores/RL Açores

About admin

Leave a Reply

Scroll To Top