Aeroporto do Pico bate novo recorde de passageiros no ano de 2022

O Aeroporto do Pico, no ano de 2022, movimentou um total de 178.988 passageiros, sendo o melhor ano de sempre, e um novo recorde para a maior infraestrutura gerida totalmente pela Região Autónoma dos Açores (dados do Serviço Regional de Estatística dos Açores).

Traduz-se num aumento de 42,2% relativamente a 2021 (122.438) e de 23,6% em relação ao melhor ano de sempre que era 2019 pré-pandemia (144.786). Fazendo a uma análise a 10 anos (2012), o aumento verificado é de 161,6% (68.417). Ou seja, quase triplicou o número de passageiros.

Em termos de movimentos de aeronaves foram registados 1.367 voos (1.192 inter-ilhas e 175 territoriais), um aumento de 25,6% em em relação a 2021 (1.088) e de 13,5% com referência ao melhor ano pré-pandémico 2019 (1.204). Fazendo a uma análise à 10 anos (2012), o aumento verificado é de 95,8% (698). Ou seja, quase duplicou o número de movimentos de aeronaves.

Fazendo uma separação do tipo de tráfego inter-ilhas e territoriais, os aumentos são significativos.

Quanto aos movimentos inter-ilhas ultrapassou os 133 mil passageiros (133.055), um aumento de 45,7% em comparação ao ano anterior (91.307) e de 23,6% com referência ao melhor ano pré-pandémico 2019 (107.637). Fazendo a uma análise à 10 anos (2012), o aumento verificado é de 133,7% (56.934), ou seja, mais do dobro do número de passageiros.

Quanto aos movimentos territoriais (voos de Lisboa) movimentou cerca de 46 mil passageiros (45.933), um aumento de 47,6% em comparação com o ano anterior (31.131) e de 23,6% com referência ao melhor ano pré-pandémico 2019 (37.149). Fazendo a uma análise a 10 anos (2012), o aumento verificado é de 300% (11.483), o número de passageiros movimentados quadruplicou.

Em 2012, o Pico tinha 1 a 2 voos semanais com Lisboa. E em 2022 variou entre os 2 a 5 semanais.