Medalhas de Excelência no Campeonato Internacional das Profissões são fruto do investimento na formação, afirma Sérgio Ávila

O Vice-Presidente do Governo manifestou hoje “grande satisfação” pelo bom resultado obtido por dois jovens Açorianos no Campeonato Internacional das Profissões, onde conquistaram a Medalha de Excelência nas respetivas provas.

Sérgio Ávila, que felicitou os jovens, a escola e os formadores, afirmou que “os resultados agora obtidos no Brasil, e que elevam para 94 o número de medalhas de excelência, ouro, prata e bronze conquistadas por Açorianos desde 2004, não podem ser dissociados do grande investimento que o Governo dos Açores tem feito na formação profissional ao longo dos anos.”

“Temos a convicção de que o incremento da empregabilidade passa pelo nível cada vez mais elevado das qualificações dos Açorianos e tem sido clara a nossa aposta na formação, a todos os níveis, mas, neste caso, na área profissional, em que temos mantido, ao longo dos anos, um investimento significativo”, acrescentou.

O Vice-Presidente do Governo sublinhou que os Açores são “a região do país com melhor relação entre concorrentes e medalhas conquistadas em campeonatos de profissões nacionais e internacionais”.

“O nível alcançado na formação profissional nos Açores fortalece a nossa certeza de que esse é o caminho certo”, frisou Sérgio Ávila.

Os dois jovens Açorianos conquistaram a Medalha de Excelência do WorldSkills – Campeonato Internacional das Profissões, que durante uma semana reuniu em S. Paulo, no Brasil, cerca de 1.200 concorrentes, de 60 países, que disputaram medalhas em 50 profissões.

Integrados na delegação portuguesa, Alexandre da Rosa Pacheco, em Eletricidade, e Rui Caetano Braga Chaves, em Redes Informáticas, ambos formandos da Escola de Novas Tecnologias dos Açores, obtiveram mais de 500 pontos nas suas provas, conquistando a Medalha de Excelência.

No WorldSkills, realizado a cada dois anos e aberto a concorrentes até aos 22 anos de idade, os melhores formandos qualificados de todo o mundo competem pelo título mundial.

O conceito do Campeonato das Profissões remonta ao ano de 1950, quando se disputou, em Madrid, o primeiro Campeonato Internacional das Profissões, na altura apenas entre Portugal e Espanha.

A consolidação desta iniciativa conduziu, ainda na década de 50, à criação de uma organização específica, atualmente designada por WorldSkills International (www.worldskills.org).

Em complemento a esta organização mundial, foi criada, em 2007, a European Skills Promotion Organization, atualmente designada de WorldSkills Europe (www.euroskills.org), que conta com a representação de 27 países e organiza bienalmente o Campeonato Europeu das Profissões – EuroSkills.

Os concorrentes dos Açores têm um assinalável historial de bons resultados, quer na competição europeia, quer na mundial, avultando os títulos de campões e as muitas medalhas conquistadas.

GaCS/RL Açores

Deixe uma resposta