Opções estratégicas do Governo dos Açores levam ao aumento da taxa de penetração de energias renováveis

Os Açores têm atualmente uma taxa de penetração de energias renováveis de 39,8%, revelou hoje o Secretário Regional do Turismo e Transportes, acrescentando que, na ilha de S. Jorge, esta taxa passou de 5% em 2012 para os atuais 21%.

“Isto é fruto do investimento contínuo que tem vindo a ser feito e das opções estratégicas que o Governo tomou ao longo dos danos, na perspetiva de termos uma redução do custo energético na Região, aumentando a taxa de penetração de energias limpas e, com isso, reduzindo as emissões de CO2”, frisou Vítor Fraga.

O titular da pasta da Energia salientou que “este não é um trabalho encerrado, é um trabalho contínuo”, acrescentando que, “ainda este ano, teremos um investimento de mais cerca de 17,2 milhões de euros ao nível das energias renováveis, que contempla não só a energia geotérmica, mas também a hídrica e a fotovoltaica”.

Vítor Fraga falava nas Velas, em S.Jorge, à margem da visita a empresa privada que tem instalados 245 painéis fotovoltaicos, abrangendo uma área de 350 m2, com uma potência instalada de injeção de 62 kW.

“Este é um bom exemplo de uma unidade de produção de autoconsumo que, para além de satisfazer cerca de 50% das necessidades com base nas energias renováveis, ainda injeta na rede pública o remanescente, tendo aqui, naturalmente, uma fonte de rendimento adicional”, afirmou.

Para Vítor Fraga, trata-se de um exemplo que “está em linha com a política que tem vindo a ser desenvolvida pelo Governo dos Açores para introdução de energias renováveis, nomeadamente para o incremento da taxa de penetração dessas mesmas energias, no contexto da produção elétrica a nível regional”.

GaCS/RL Açores

Deixe uma resposta