PSD/Açores garante médicos especialistas nas ilhas sem hospital

O PSD Açores garantiu que se for governo regional vai retomar a deslocação de médicos especialistas às ilhas sem hospital, o que vai beneficiar os utentes e poupar custos ao Serviço Regional de Saúde.

“O compromisso que assumimos perante os graciosenses e os açorianos em geral é que a partir de outubro, com um governo do PSD/Açores, vai ser retomada de imediato a deslocação de médicos especialistas aos centros de saúde das ilhas sem hospital”, afirmou Luís Maurício, vice-presidente do PSD/Açores.

O dirigente social-democrata, que falava no final de uma visita ao centro de saúde da Graciosa, salientou que a acentuada redução na deslocação de médicos especialistas à ilha é “muito preocupante”, havendo mesmo especialidades a que os graciosenses deixaram de ter acesso.

“Em 2014 o governo regional acabou com os incentivos à deslocação de médicos especialistas às ilhas sem hospital. Desde então deixaram de vir à Graciosa especialistas em pediatria, cardiologia, reumatologia, cirurgia vascular, otorrinolaringologia e psiquiatria”, sublinhou.

Luís Maurício referiu que esta decisão do governo regional é “errada” porque obriga os doentes a deslocar-se “para fora da sua ilha de residência, com todos os custos que isso acarreta”.

“Antes de 2014, os custos com a deslocação de doentes do centro de saúde da Graciosa para fora da ilha rondavam os 200 mil euros. Em 2016 esse valor vai atingir mais de 500 mil euros. E não estão aqui contabilizados os custos resultantes dos dias de trabalho a que os doentes e acompanhantes têm que faltar”, explicou.

Segundo Luís Maurício, seria “mais barato” para o Serviço Regional de Saúde continuar a fazer deslocar os médicos especialistas às ilhas sem hospital, além de que tal opção garantiria aos utentes os cuidados de saúde “a que têm direito, como qualquer açoriano que viva numa das ilhas com hospital”.

GI PSD Açores/RL Açores

Deixe uma resposta