PSD/Açores questiona governo sobre o acesso a medicamentos na Ilha Graciosa

 

O PSD/Açores questionou hoje o Governo Regional sobre a dispensa de medicamentos na Ilha Graciosa, de modo a saber “quantas farmácias estão a prestar esse serviço à população, cumprindo o dever legalmente imposto”, disse o deputado João Bruto da Costa.

O social democrata recorda que, “no passado dia 25 de Abril, foi inaugurada uma farmácia na ilha Graciosa”, sublinhando que a questão da dispensa de medicamentos foi, “como se sabe, um assunto que preocupou os cidadãos residentes na Graciosa durante os últimos anos”.

Assim, João Bruto da Costa reforça o facto do Decreto Legislativo Regional n.º 6/2011/A, de 10 de março “estabelecer, no seu artigo 6.º, que as farmácias têm o dever de dispensar medicamentos nas condições legalmente previstas”.

O deputado do PSD/Açores acrescenta que o quadro legislativo vigente “assegura que a ilha Graciosa possa ter em funcionamento mais do que uma farmácia, cumprindo as prerrogativas de dispensa de medicamentos à população. Exigindo especial atenção à questão dos doentes crónicos, das crianças e da população idosa muito dependente em questões de saúde”.

“Pelo que o nosso pedido de esclarecimento tem toda a razão de ser, e aguardamos que o Governo Regional se pronuncie, numa questão que é fundamental para o bem estar da população da Ilha Graciosa”, concluiu João Bruto da Costa.

GI PSD Açores/RL Açores 

Deixe uma resposta