“Há muito trabalho para fazer, mas estamos no bom caminho no setor do turismo”, defende Berto Messias

“O aumento enorme de procura para os Açores é um bom indicador e mostra que estamos no bom caminho. Temos consciência que há muito trabalho para fazer, mas é inquestionável a enorme evolução a que temos assistido, sobretudo agora em que estamos num processo de transformação considerável nesta área”, defendeu Berto Messias após uma reunião com o Presidente da Associação de Turismo em espaço Rural Casas Açorianas.

O Presidente do Grupo Parlamentar do PS Açores realçou o trabalho do Governo dos Açores e da SATA que “recentemente anunciaram um reforço considerável das ligações para os Açores, com especial incidência na Terceira, em resposta ao aumento de procura que se verifica”.

Haverá uma disponibilização de mais cerca de 8 mil lugares divididos por Terceira, Faial, Pico e São Miguel.

A Ilha Terceira terá um aumento de oferta de 64%, o Pico de 41%, o Faial cresce cerca de 14% e São Miguel mais 5%.

“Além disso, sabemos também que se perspetiva um reforço das ligações pelas companhias low-cost tendo, em conta o anúncio feito recentemente pelo Governo dos Açores sobre o interesse de uma empresa deste tipo em fazer ligações à Ilha Terceira, através das conversações que têm existido com o Governo”, disse Messias.

O líder parlamentar constatou ainda que “hoje de manhã foram tornados públicos os números do turismo que, mais uma vez, referem uma tendência de crescimento comparativamente com o período homólogo do ano passado”.

“Estamos a atravessar um processo de transformação nesta área. A liberalização do espaço aéreo tem trazido bons indicadores e um crescimento do sector turístico, a procura tem aumentado consideravelmente, o que mostra que estamos no bom caminho. Temos de continuar a trabalhar nesta área, em parceria com as entidades privadas que têm um papel crucial na valorização e diferenciação positiva do destino turístico açoriano”, referiu Berto Messias.

“Temos ouvido com muita atenção os alertas e reivindicações das entidades representativas do sector em várias ilhas. Temos consciência que as transformações em curso são grandes e que será importante monitorizar o impacto deste novo modelo com muita atenção, porque não temos dúvidas que este é um modelo bom, mas que deve significar ganhos e mais-valias para todas as Ilhas e acreditamos que é isso que acontecerá naturalmente”, destacou Berto Messias.

GI PS Açores/RL Açores

Deixe uma resposta